quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Por entre lembranças, canetas e papeis abro um pequeno bloco... Lembrei lugares onde me senti nómada... e em casa. Revivi a história do peixe e do mar, e de um astrónomo que falava com as estrelas julgando Deus no céu. Voltei a sentir o turbilhao de emoção de água pura em pé sujo, a encontrar-me na minha pequenez. Voltei a apreender lições de sempre...

Deus acredita em ti.
Deus quer precisar de ti.
Esta é a minha casa.
Aqui eu penso, projecto, sonho, alimento-me.
Aqui eu rezo, recordo, choro, zango-me, encontro-me.
Aqui sofro, aqui canto.

1 comentário:

Eu... disse...

É esta a nossa casa...onde partilhamos a nossa vida...foi Ele que nos deu*